Dow Jones 0,061% 22.660 pts
S&P 500 -0,261% 2.545 pts
Nasdaq -100,000% 0 pts
Ibovespa -0,284% 85.135 pts
Dólar R$ 3,315
Euro -100,000% 0 pts
Veja Mais

Fed domina noticiário da semana no mercado; veja os principais acontecimentos

Fed domina noticiário da semana no mercado; veja os principais acontecimentos
(Wikimedia Commons)

SÃO PAULO – Esta semana foi marcada pelo encontro do Fed nos EUA, que trouxe a decisão de manter a taxa de juros no país. No cenário doméstico, a situação política segue como grande protagonista. Confira, a seguir, a parceria do FinNews com a Portofino Investimentos com as principais notícias da semana.

Quer aprender a investir no exterior? Confira estes dois módulos grátis e faça seus investimentos

Pesquisa coloca Lula e Bolsonaro como favoritos para 2018
Nesta semana, foi divulgada nova pesquisa de intenção de voto para a eleição presidencial do ano que vem do CNT/MDA. No cenário de intenção de voto espontânea, quando não são apresentadas opções de candidatos, o ex-presidente Lula aparece em primeiro lugar, com 20,2% das menções. Ele é seguido pelo deputado Jair Bolsonaro (10,9%), pelo prefeito de São Paulo João Doria (2,4%), pela ex-ministra Marina Silva (1,5%) e pelo governador de São Paulo Geraldo Alckmin (1,2%).

Nos diversos cenários em que os candidatos são apresentados, Lula permanece estável na faixa dos 32%, enquanto Bolsonaro pontua cerca de 19% e Marina Silva chega na faixa dos 12%. O candidato do PSDB que aparece com mais intenções de voto é Doria, com 9,4%. Vale lembrar, no entanto, que existem chances reais de que o ex-presidente Lula não esteja apto a concorrer as próximas eleições, mas, de qualquer forma, o cenário eleitoral deve se tornar, cada vez mais, o principal gatilho dos mercados brasileiros nos próximos meses.

Fed mantém cronograma de política monetária corta balanço de pagamentos
O Fed (Federal Reserve), autoridade monetária responsável pela política monetária dos EUA se reuniu nesta semana e optou por manter a taxa de juros no país na faixa de 1% a 1,25% por ano, com previsão de mais uma alta ainda neste ano e mais três no ano que vem. No entanto, a autoridade também anunciou que começará cortes mensais em seu balanço de pagamentos, notícia que fez o mercado adotar uma postura de mais cautela.

Donald Trump profere discurso inflamado na ONU e preocupa mercados
O presidente americano Donald Trump não fugiu de seu estilo polêmico e verborrágico em discurso na Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas). Em seu pronunciamento, o líder dos EUA prometeu “destruir totalmente” a Coreia do Norte caso o país não desista de seu programa nuclear e ainda atacou o acordo firmado com o Irã em 2015, entre outras críticas. Após o discurso forte, a Coreia do Norte voltou a promover mais uma ameaça de teste balístico, de lançar uma bomba de hidrogênio no Oceano Pacífico e trouxe preocupação às principais bolsas mundiais. A nação asiática ainda prometeu a construção de um dispositivo nuclear sem precedentes.

Dê a sua opinião!

0 0
Foto de perfil de Leonardo Uller
Escrito por
Jornalista econômico vencedor do prêmio Especialistas da revista Negócios da Comunicação no setor Financeiro em 2015. É o editor responsável pelo FinNews. E-mail: leonardo.uller@finnews.procoders.com.br

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados *

Você também pode utilizar estas HTML tags e atributos <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Senha perdida

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.