Dow Jones 0,061% 22.660 pts
S&P 500 -0,261% 2.545 pts
Nasdaq -100,000% 0 pts
Ibovespa -0,284% 85.135 pts
Dólar R$ 3,315
Euro -100,000% 0 pts
Veja Mais

Investidores devem se perguntar: o que meu dinheiro está ainda fazendo no Brasil?

Investidores devem se perguntar: o que meu dinheiro está ainda fazendo no Brasil?
(Shutterstock)

Com o clima institucional piorando significativamente no país, quem tem seu patrimônio inteiramente alocado no Brasil está muito exposto a um cenário extremamente complicado

SÃO PAULO – Em meio a tantas reviravoltas políticas, o Brasil foi, mais uma vez, surpreendido por revelações políticas de teor explosivo. De acordo com informações do jornal O Globo, o empresário Joesley Batista, um dos donos do frigorífico JBS, gravou conversa com Michel Temer e o senador Aécio Neves em que o presidente incentivava o pagamento de uma mesada ao ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha para manter seu silêncio. Adicionalmente, o senador ainda foi gravado pedindo R$ 2 milhões ao executivo para pagar sua defesa – dinheiro esse entregue em ação gravada pela Polícia Federal.

Quer aprender a investir no exterior? Confira estes dois módulos grátis e faça seus investimentos

Os desdobramentos dessa notícia no cenário político nacional já são gigantescos: Aécio foi afastado de seu cargo enquanto o STF (Supremo Tribunal Federal) delibera uma eventual prisão – sua irmã Andrea Neves, que é uma de suas principais operadoras políticas, já foi presa preventivamente. Especula-se qual será a situação política de Temer no Planalto após esse acontecimento, enquanto reformas esperadas pelo mercado devem perder tração nas casas legislativas.

O mercado já reage com força à notícia, levando em conta o cenário caótico que começa a ganhar corpo em Brasília e em São Paulo. O dólar futuro já começa o dia em alta de mais de 5,5%, enquanto o Ibovespa caiu 10,47% e acionou circuit breaker e os juros curtos do país sobem 13,4% nesta manhã. Todos operadores do mercado consultados ao longo desta manhã por esta publicação são unânimes: os clientes estão ligando desesperadamente para entender como se posicionar em meio a tantos problemas.

Nesse cenário, o FinNews reforça sua posição editorial favorável à diversificação internacional de patrimônio. Os brasileiros seguem, em sua imensa maioria, extremamente expostos ao cenário doméstico e isso tem se provado uma péssima aposta. Quem esteve exposto exclusivamente ao risco Brasil nos últimos anos investiu, basicamente, em um país que perdeu o grau de investimento, viu sua economia encolher significativamente e viveu turbulências políticas que fazem a série de televisão House of Cards parecer uma mimetização sem sal da realizada nacional.

Enquanto isso, nos EUA, o mercado vem de um rali histórico nos últimos oito anos, com os índices Dow Jones, Nasdaq e S&P 500 renovando máximas históricas sucessivamente – e o melhor de tudo: analistas seguem confiantes em mais altas no futuro, caso o presidente Donald Trump consiga aprovar reformas pró-mercado que defende veementemente.  Na Europa, situação semelhante. Os índices nas principais praças locais como Londres, Frankfurt e Paris avançam significativamente após a eleição de Emmanuel Macron na França, político de centro favorável à União Europeia, ao euro e ao mercado financeiro.

Investir no exterior é, assim, colocar seu dinheiro em moedas fortes, como o dólar, colocar seu dinheiro em empresas inovadoras e que só se valorizam, como a Apple (AAPL.OQ), o Facebook (FB.OQ), a Tesla (TSLA.OQ) e a Amazon (AMZN.OQ) e em países com instituições mais estáveis e sólidas que o Brasil. Tudo isso lembrando que é perfeitamente legal enviar o dinheiro para o exterior, desde que ele seja declarado corretamente à Receita Federal e ao Banco Central. Depois de mais este escândalo, é hora de refletir: o que o seu patrimônio ainda está fazendo aqui?

Dê a sua opinião!

9 0
Foto de perfil de Leonardo Uller
Escrito por
Jornalista econômico vencedor do prêmio Especialistas da revista Negócios da Comunicação no setor Financeiro em 2015. É o editor responsável pelo FinNews. E-mail: leonardo.uller@finnews.procoders.com.br

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados *

Você também pode utilizar estas HTML tags e atributos <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Senha perdida

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.