Dow Jones 0,061% 22.660 pts
S&P 500 -0,261% 2.545 pts
Nasdaq -100,000% 0 pts
Ibovespa -0,284% 85.135 pts
Dólar R$ 3,315
Euro -100,000% 0 pts
Veja Mais

“Mais segurança, menos burocracia”, diz especialista sobre imóveis nos EUA

“Mais segurança, menos burocracia”, diz especialista sobre imóveis nos EUA
(Divulgação)

Para a executiva Annalisa dal Zotto, existem várias oportunidades para os brasileiros nos EUA; basta saber como aplicar o dinheiro corretamente

SÃO PAULO – Investir em imóveis, tradicionalmente, é uma das aplicações preferidas dos brasileiros. Por isso, é natural que muitas pessoas pensem em investir em imóveis no exterior na hora de diversificar seu dinheiro. Contudo, quais são os maiores erros na hora de comprar uma casa nos EUA? E como resolver isso? O FinNews conversou com a planejadora financeira e sócia da Par Mais Empoderamento Financeiro Annalisa Blando dal Zotto para saber como fazer esse tipo de investimento.

Praticidade e segurança
“O mercado americano de imóveis é muito interessante, porque tem muita liquidez e transparência, o que são grandes facilidades, principalmente quando comparamos com o Brasil”, pontua. Annalisa explica que um os grandes pontos positivos é que, nos EUA, o valor das transações é divulgado publicamente, o que significa que qualquer participante consegue ter uma noção da precificação de uma forma mais precisa e não se ilude acreditando em preços altos demais ou extremamente baixos.

“Além disso, nos EUA o mercado de compradores é muito maior. Tem gente do mundo inteiro comprando e vendendo, o que faz com que ajude muito na questão da liquidez. O mercado lá tem mais segurança, menos burocracia”, comenta a especialista.

Uma estratégia que Annalisa considera bastante interessante é a de não comprar imóveis à vista, mas sim aproveitar os financiamentos a juros baratos para pagar apenas uma parte e investir o dinheiro em alternativas mais rentáveis para lucrar ainda mais ao entrar no mercado americano. O mercado de ações dos EUA, por exemplo, pode ser uma escolha interessante, principalmente levando em conta que o mercado lá é muito maior e mais variado que o daqui, permitindo aplicar, por exemplo, em grandes empresas do setor de tecnologia, o que é impossível de ser feito no Brasil.

O que evitar
O principal erro que muitos brasileiros cometem é a falta de informação e a falta de buscar uma assessoria adequada no processo, aponta a executiva. A assessoria deve ser em sentidos variados, desde um bom corretor, um bom contador, alguém que ajude na parte legal e uma empresa de câmbio competente que ajude nas operações.

Além de contratar uma boa assessoria para auxiliar no projeto, é imprescindível que a pessoa tenha vontade de entender ao menos o mínimo das tributações e do funcionamento do mercado local, para evitar cair em qualquer tipo de fraude. Além disso, Annalisa ainda ressalta que é importante que o investidor faça uma visita à região que pretende comprar o imóvel, entenda as necessidades das pessoas e saiba se o investimento está adequado com seu horizonte de tempo e expectativa de rentabilidade.

Dê a sua opinião!

11 1
Foto de perfil de Leonardo Uller
Escrito por
Jornalista econômico vencedor do prêmio Especialistas da revista Negócios da Comunicação no setor Financeiro em 2015. É o editor responsável pelo FinNews. E-mail: leonardo.uller@finnews.procoders.com.br

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados *

Você também pode utilizar estas HTML tags e atributos <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Senha perdida

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.